30/03 - João Sorima Neto / O Globo


Representantes de entidades dos setores que serão afetados pelo fim da desoneração da folha de salário classificaram como ‘desastrosa’ a decisão do governo. Segundo eles, haverá aumento de custos, com impacto negativo tanto na geração de empregos, quanto nas exportações. Alguns preveem até fechamento de empresas, que já haviam feito seu planejamento financeiro pagando alíquotas menores de imposto.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), Fernando Pimentel, disse que o fim da desoneração sobre a folha de salário nada mais é do que a utilização do velho método para fechar o rombo das contas do governo: aumentar impostos sobre a produção. Para ele, a decisão é contrária ao discurso que o governo vinha adotando de aumentar a eficiência do Estado, com corte de gastos, para equilibrar as finanças.

— Reconhecemos a gravidade da situação das contas públicas depois do desastre macroeconômico dos últimos anos, mas não é onerando a produção que vamos promover a retomada econômica. O fim da desoneração é lamentável, mostra que o Estado continua inchado que, em vez de melhorar sua eficiência, recorre à forma mais fácil de fechar as contas, que é aumentar impostos. Fica difícil acreditar no governo – disparou Pimentel.


Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

0 comentários:

Postar um comentário