24/04 - Paula Salati / DCI-SP


A arrecadação total do Simples Nacional fechou o primeiro trimestre de 2017 com queda real, porém em um patamar menor do que em igual período de 2016, mostram dados da Receita Federal do Brasil (RFB).

O recolhimento de tributos gerado pelas micro e pequenas empresas (MPEs) totalizou R$ 18,286 bilhões nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2017, o que significou uma retração real (descontada a inflação) de 0,35%, frente ao mesmo período do ano passado, quando a arrecadação diminuiu 6,73%, para R$ 17,545 bilhões.

O economista Silvio Paixão, professor da Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), avalia que os números do primeiro trimestre de 2017 apontam para uma estabilização da queda da atividade das pequenas, porém ressalva que a confirmação deste cenário só virá a partir do segundo trimestre.

"Existe uma indicação importante de que nós estejamos experimentando um momento estabilização, porém os números da arrecadação do Simples deste segundo trimestre darão uma confirmação melhor desta tendência", afirma Silvio.


Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário