10/04 - Contabilidade na TV


De acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, o movimento dos consumidores nas lojas de todo o país cresceu 0,6% em março/17, já efetuados os devidos ajustes sazonais. Em relação ao mesmo mês do ano passado (março/16), o recuo da atividade varejista foi de 1,9%.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, a queda da inflação, o recuo das taxas de juros e uma melhora dos níveis de confiança do consumidor estão começando a provocar efeitos positivos, na margem, da atividade varejista do país, ainda que tal movimento se dê de forma não generalizada.

A maior alta observada no varejo em março/17 foi o crescimento de 1,7% do setor de combustíveis e lubrificantes, seguida pelo avanço de 0,8% do segmento de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas. Na direção negativa, o mês de março registrou queda de 3,3% no setor de veículos, motos e peças, retração de 1,6% em móveis, eletroeletrônicos e informática, recuo de 2,8% em segmento de tecidos, vestuário, calçados e acessórios, e queda de 2,2% no segmento de material de construção.
Na comparação com o primeiro trimestre de 2016, todos os segmentos varejistas recuaram nestes primeiros dois meses de 2017, a saber: supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-5,2%); móveis, eletroeletrônicos e informática (-11,8%); combustíveis e lubrificantes (-2,5%); veículos, motos e peças (-10,2%); tecidos, vestuário, calçados e acessórios (-10,9%); e material de construção (-12,9%).


Metodologia do Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio
O Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio é construído, exclusivamente, pelo volume de consultas mensais realizadas por estabelecimentos comerciais à base de dados da Serasa Experian. As consultas (nas formas de taxas de crescimentos) são tratadas estatisticamente pelo método das médias aparadas com corte de 20% nas extremidades superiores e inferiores. Com as taxas de crescimento tratadas e ponderadas pelo volume de consultas de cada empresa comercial é construída a série do indicador. A amostra é composta de cerca de 6.000 empresas comerciais e o indicador, com início em janeiro de 2000, é segmentado em seis ramos de atividade comercial.

Você também lê esta notícia em: http://noticias.serasaexperian.com.br/

Por: Comunique-se

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

0 comentários:

Postar um comentário