24/04 - Contabilidade na TV

A Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) divulgou o boletim salariômetro de março que apontou redução dos efeitos da crise nas negociações salariais das categorias com os empregadores. Mais sinais de alívio para o mercado de trabalho.

Março foi o terceiro mês consecutivo com aumentos acima da inflação, na mediana das negociações analisadas. O indicador ficou em 1,8%.

Segundo a Fipe, também tem a influência da queda da inflação. E observa que os acordos estão mais favoráveis aos trabalhadores do que convenções.

Como a projeção é que a inflação siga caindo até setembro, dá espaço para a continuidade dos aumentos reais. Mesmo com a economia ainda em recessão.

Outro ponto de destaque da pesquisa de março: houve apenas três acordos de redução de jornada e de salários. O mecanismo foi muito usado pelas empresas no auge da crise.

Em março do ano passado, foram 12 casos. Mas em abril de 2016, por exemplo, foram 39 acordos de redução de jornada de trabalho com corte também nos salários.

Por: Osni Alves Jr. / Portal Contábil SC

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário