05/04 - Contabilidade na TV

As novas regras no uso do rotativo do cartão de crédito, que entraram em vigor nesta semana, e impedem o contínuo parcelamento da fatura, não devem contribuir para reduzir o número de endividados, na avaliação da Federação das CDLs de Santa Catarina (FCDL/SC).

O empresário Ivan Roberto Tauffer, presidente da entidade, lembra que “enquanto o percentual de endividamento no crediário tem sido estável nos últimos meses, em função da cautela do consumidor e do recuo no varejo, a mudança nas regras ainda causa confusão para o catarinense e a consequência será a redução do poder de compra”.

Outro fator que deve ser considerado é o elevado percentual de juros - que chegou a 484,6% ao ano, registrado em dezembro, o que equivale a média de 15,85% ao mês.

O crediário, ressalta Tauffer, continua a ser a melhor opção para as compras parceladas, em função da taxa de juros mais baixa, da ampla proteção ao crédito por meio das lojas ligadas ao Sistema de Proteção ao Crédito (SPC) e da possibilidade de negociação direto com o lojista.

Por: PalavraCom

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

0 comentários:

Postar um comentário