26/04 - Contabilidade na TV


Ao escolhermos esse tema para a 17ª Convenção dos Profissionais da Contabilidade do Paraná, de 17 a 19 de maio, em Foz do Iguaçu, queremos propor uma ampla e profunda reflexão sobre os fatos que mais nos atingem e nos preocupam, em especial aqueles que cruzam com nosso trabalho e cobram de nós uma nova postura.

Acompanhando, por exemplo, os acontecimentos que levaram ao impeachment da presidente Dilma, assim como os desdobramentos da Lava Jato, temos a impressão de que as organizações finalmente vão entender quando ressaltamos a necessidade da contabilidade real, a transparência dos atos das empresas e entes públicos, e a evidenciação contábil de todos os seus recursos. Os fatos estão se encarregando de mostrar que sistemas fundamentais para a sociedade, como o econômico e o político, para cumprirem o seu papel de promover desenvolvimento humano, precisam obedecer princípios consistentes.

A contabilidade ganha um papel mais importante do que se imagina no novo Brasil que está nascendo. Ela está preparada para participar desse gigantesco desafio, pondo sua verdade a serviço de uma nova ordem. Vem passando por grandes mudanças desde o século passado, com uma agenda que aposta na educação como instrumento de transformação - de si mesma e da sociedade. Nós, profissionais, estamos plenamente conscientes da importância do conhecimento e da necessidade da atualização contínua.

A 17ª Convenção dos Profissionais da Contabilidade do Paraná ajusta-se a esse contexto, tendo sido desenhada para atender as expectativas dos diversos segmentos da classe contábil: a mulher contabilista, o empresário contábil, o contador público, o perito, o auditor, o profissional que atua no terceiro setor ou em cooperativas, o professor e o estudante de ciências contábeis...

Relaciono a seguir as atividades propostas para reflexão, para sublinhar a variedade de assuntos e a rara oportunidade oferecida aos participantes.

Dia 18 de maio: talk show "Mulheres que fazem diferença, histórias inspiradoras", com Rosângela Moro, Simone Zanon e Antônia Faleiros; palestras: "Metodologias ativas de ensino e aprendizagem - uma reflexão sobre os rumos da educação brasileira" (Cinthia Bittencourt Spricigo), "Inovação no ensino superior na era da disrupção - a importância do ensino híbrido nas estratégias acadêmicas" (Carlos Roberto Juliano Longo), "Combinação de negócios" (Everson Luiz Breda Carlin), "IFRS 16 - Leases" (Edson Costa), "O processo de implantação, fiscalização e transparência da contabilidade aplicada ao setor público: da teoria à prática" (Flávio George Rocha, Edmilson José Pego e Mauro Munhoz), "O perito contador e o mercado de trabalho" (Renor Valério da Silva), "A exploração da atividade econômica pelas entidades sem fins lucrativos e a imunidade tributária, segundo a interpretação do Poder Judiciário" (Juliano Lirani), "Hipóteses de suspensão da imunidade dos impostos e a interpretação da Fazenda Pública e do Poder Judiciário" (Juliano Lirani), "Contabilidade das sociedades cooperativas X Legislação cooperativista - uma abordagem técnica" (José Ronkoski e Laudelino Jochem), "O Brasil mudou. E você, mudou?" (Luiz Omar Setubal Gabardo), "O profissional da contabilidade em face da obrigatoriedade de reportar potenciais ilegalidades" ( Audrey Souza), "Análise de informações na Receita Estadual" ( Glauco Oscar Ferraro Pires), "Seguro de responsabilidade civil" ( Clovis Augusto Ricieri), "Linha de financiamento da Fomento Paraná" (Luiz Hauly), e "Inovação: conceito, atitude e identidade", por Clóvis de Barros Filho.

Dia 19: "Perspectiva da profissão contábil" ( Ângela Alonso), "O segredo da motivação" (Mágico Jeff Arangon), "Compliance" (Everson Luiz Breda Carlin), "IFRS 15 - Revenue from contracts with customers" (Carmo Barboni), "Constituição, transformação, incorporação, fusão e extinção de entidades sem fins lucrativos e o respeito à legislação" ( Leandro Marins de Souza), "Atualização estatutária das instituições sem fins lucrativos e as exigências do Código Civil Brasileiro" ( Leandro Marins de Souza ), "Liderança assertiva" ( Ricardo Piovan), "O processo de convergência da contabilidade aplicada ao setor público aos padrões internacionais: panorama atual e desafios futuros (Jorge Pinto de Carvalho Jr, Leonardo Silveira do Nascimento, Leandro Menezes Rodrigues), "Planejamento, gestão de risco e trabalho em equipe" (Marcelo Alves), "Principais alterações do Simples Nacional" (Yukiharu Hamada), "Projeto de um novo Brasil" (Arnaldo Jabor).

Lembro que a convenção é realizada somente a cada quatro anos. Você não vai perder essa edição, vai?


Marcos Rigoni - Contador, presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná

Por: Sescap PR

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário