03/04 - Abnor Gondim / DCI-SP


O projeto "tímido" de reforma trabalhista enviado pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB) ao Congresso será ampliado com a inclusão de temas não abordados no texto original. É o que pretende o relator da matéria na Câmara, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN).

"O projeto veio tímido e vai ser robustecido, melhorado", disse o tucano em entrevista ao DCI. "E essas reformas promovidas precisam ser ainda mais radicalizadas", acrescentou, ao anunciar que vai defender nas eleições de 2018 essa e outras propostas do governo, a exemplo da reforma da Previdência.

Entre as novidades, ele adiantou que vai propor o fim do imposto sindical, que distribuiu em 2016 cerca de R$ 3,5 bilhões a entidades patronais e de empregados. E também a regulamentação do teletrabalho.


Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

0 comentários:

Postar um comentário