29/05 - Contabilidade na TV


A Semana Nacional de Conciliação Trabalhista resultou em R$ 523,8 milhões em 18.218 acordos homologados até a tarde de hoje (26), segundo balanço preliminar do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Promovido em parceria com os 24 tribunais regionais do país, o mutirão é uma alternativa do Judiciário para solucionar processos pela via da conciliação, sem a necessidade de uma sentença judicial.

Segundo o TST, a corte recebeu listas com mais de 2,5 mil processos que foram alvo de propostas de acordo. Entre as empresas que apresentaram as listas estão Caixa Econômica Federal, Santander, Itaú Unibanco, Gol Linhas Aéreas, Claro, BRF Brasil e Contax. O total equivale ao que um gabinete julga por mês no Tribunal Superior do Trabalho.

Conciliação
A Semana de Conciliação beneficia trabalhadores e empregadores que têm ação na Justiça e estão dispostos a tentar um acordo. Qualquer empresa, independentemente do porte ou do número de processos existentes, pode optar pela conciliação, para isso, basta procurar os núcleos de Conciliação do TRT onde o processo tramita.

Promovida anualmente no âmbito dos órgãos da Justiça do Trabalho de 1º e 2º graus, a Semana Nacional de Conciliação Trabalhista busca implementar medidas que proporcionem maior rapidez aos processos e favorecer o diálogo entre as partes na conciliação.

Em 2016, foram realizadas 68.374 audiências, com 160.931 pessoas atendidas. Foram homologados 26.840 acordos, arrecadando mais de R$ 620 milhões que foram repassados aos trabalhadores.

Edição: Juliana Andrade

Por Heloisa Cristaldo - Repórter da Agência Brasil

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário