10/05 - Brasil Econômico


No processo inicial da fundação de uma startup, muitos empreendedores se confundem ou não têm o conhecimento necessário no que se diz respeito à parte jurídica de seu negócio, o que pode atrapalhar no desenvolvimento de projetos e até mesmo causar consequências futuras.

A fim de ajudar esses empreendedores , especialistas da área focada no atendimento de startups do escritório de advocacia Schroeder&Valverde listaram os quatro principais erros cometidos por eles, evidenciando os pontos problemáticos para que possam ter um conhecimento básico sobre um assunto tão importante para o desenvolvimento de seus negócios.

1. Não fazem um acordo de sócios

Geralmente, assim que se tem uma ideia, o empreendedor convida amigos ou conhecidos para dar inicio ao projeto, e na maioria dos casos, deixa de lado a parte burocrática. De acordo com o sócio-diretor do Schroeder&Valverde, cerca de 60% dos casos de sociedade não passam dos primeiros anos de atividade, sendo um dos principais motivos a divergência de interesse entre os sócios, sem que haja soluções acordadas previamente.

Clique aqui para continuar lendo.

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário