27/06 - Contabilidade na TV


O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira,  lançou ontem (26), em Jerusalém, com o ministro da Economia e Indústria israelense, Eli Cohen, e o presidente da Autoridade Israelense de Inovação, Aharon Aharon, a expansão do mecanismo de projetos conjuntos entre empresas dos dois países.

Marcos Pereira também assinou o edital que amplia as opções que os empresários brasileiros interessados passam a ter para participar dos projetos conjuntos entre os dois países em tecnologia e inovação. O documento foi publicado hoje (27) no Diário Oficial da União.

Segundo o secretário de Inovação e Novos Negócios do ministério, Marcos Vinícius Souza, a novidade é que, além do financiamento, será oferecido um mecanismo de subvenção aos participantes da concorrência. Para participar, é preciso apresentar um projeto inovador e que envolva o desenvolvimento das tecnologias dos dois países.

O mecanismo de cooperação entre as empresas brasileiras e israelenses está em sua quarta edição. Do lado brasileiro o financiamento vem do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Do lado israelense, vem do governo do país.

Missão internacional
Marcos Pereira está em Israel desde o fim de semana. O ministro participa de uma missão internacional que também terá visitas a Portugal e Espanha. Um dos objetivos da viagem é conhecer experiências em indústria 4.0, um tipo de indústria com uso intensivo de tecnologia e que é conhecida como a indústria do futuro.

Pereira e a comitiva brasileira também visitaram, em Israel, a Yissum, empresa de transferência de tecnologia da Universidade de Jerusalém, e a Usina de Sorek, maior planta de dessalinização do mundo.

Edição: Davi Oliveira

Por Mariana Branco – Repórter da Agência Brasil

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário