15/06 - Contabilidade na TV


Demonstrar as questões aduaneiras, tributárias e contábeis envolvidas nos processos de importação, de forma simples, objetiva e transparente foram objetivos do curso “Importação própria,  importação por conta e ordem e importação por encomenda, custo, preço, tributação e benefícios fiscais na importação” promovido em Chapecó nessa semana. A iniciativa foi do Sindicato dos Contabilistas de Chapecó (Sindicont) por meio do Projeto Educação Continuada (PEC).

O instrutor, contador Sérgio Juskow, observou que as questões tributárias na importação são temas pouco discutidos na universidade e a bibliografia existente também é reduzida. “Em Santa Catarina esse é um assunto fortíssimo devido à quantidade de portos e benefícios fiscais que atraem empresas de todo o Brasil”, frisou.

De acordo com o sócio administrador da Contaspro, Guilherme Matheus Signore, que atua no setor tributário e fiscal, o número de empresas de Chapecó que fazem importação está crescendo. O escritório atende empresas que atuam com comércio exterior e Signore fez o curso para aprofundar conhecimentos. “O nosso apontamento técnico é cada vez mais requerido. A capacitação trouxe novidades principalmente em relação aos benefícios fiscais e esclareceu algumas dúvidas”, relatou.

Para os contabilistas, a grande dificuldade, segundo Juskow, é conhecer toda a legislação e transformar o conteúdo em demonstrativos, transmitindo segurança aos clientes. “É fundamental que os escritórios contábeis de todas as regiões do Estado pensem em ter núcleos para prestar assessoria e consultoria nessa área. O lugar mais apropriado para o cliente buscar ajuda é o escritório de contabilidade”, enfatizou.

Aprimorar conhecimentos para orientar os clientes que desejam fazer importação foi o objetivo que levou o empresário contábil da Central Contabilidade, Alcindo Oliveira Lopes, a fazer o treinamento. “O curso trouxe várias informações. A região faz importações em diversos setores e precisamos estar preparados para ajudar o cliente quando necessário”, concluiu.

Por MB Comunicação Empresarial/Organizacional

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário