09/06 - Contabilidade na TV


Os juros do cartão de crédito chegaram ao menor patamar desde julho de 2015, representando um alívio no bolso dos brasileiros. Segundo pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a taxa cobrada em maio foi de 345,10% ao ano. Em abril, a porcentagem chegou a 397,75 ao ano. 

De acordo com o estudo, são responsáveis pelo resultado a diminuição da taxa básica de juros (Selic) e a expectativa da queda da inflação. A redução da taxa Selic diminui o custo de captação dos bancos. Segundo a Anefac, isso possibilita novas quedas nas taxas de juros de operações de crédito.

Todas as seis linhas de crédito para pessoa física analisadas pela associação apresentaram queda dos juros no último mês. Entre abril e maio, a taxa média caiu de 148,20% para 142,20% ao ano – a menor desde dezembro de 2015.

Na modalidade cheque especial, os juros atingiram 301,45% ao ano, contra 302,31% em abril. Outra linha pesquisada, o financiamento de automóveis CDC (crédito direto ao consumidor), passou de 30,30% em abril para 29,84% ao ano no mês passado. 

Rotativo

Em maio, para reduzir a inadimplência e os juros cobrados dos consumidores no cartão de crédito, o governo mudou as regras de funcionamento da operação financeira. O rotativo do cartão de crédito, conhecido também como pagamento mínimo da fatura, passou a ter um prazo. Após 30 dias, o cliente passa a ter duas opções: pagar a fatura integralmente ou parcelar a conta em até 24 vezes. Apenas no primeiro mês de vigência dessa medida, os juros do rotativo caíram pela metade.

Por Portal Brasil, com informações da Anefac e do Banco Central

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário