27/06 – Contabilidade na TV


Nesta terça-feira dia 27, hackers atingiram várias empresas na Ucrânia, entre elas o banco nacional, a fornecedora estatal de energia, um aeroporto e diversas outras agências e empresas. Este novo vírus (ransomware) está sendo chamado de Petya. Autoridades ficaram impossibilitados de acessar computadores e muitos cidadãos não conseguiram ter acesso ao seu dinheiro. 

O vírus também pode estar afetando empresas brasileiras. O ransomware tem se espalhado rapidamente e diversas empresas estão recebendo instruções para não ligarem os computadores.

De acordo com o G1, o Hospital do Câncer de Barretos (SP) nas cidades de Jales (SP) e Fernandópolis (SP) sofreram um ataque cibernético. Estima-se que até agora pelo menos 3 mil pacientes foram prejudicados. 

Além disso, diversas pessoas relatam que estão sendo dispensadas do expediente já que os setores de TI estão instruindo o desligamento dos computadores.

A Polícia Federal foi acionada para ajudar no caso. 

Resgate pode custar milhões
Quando o sistema é afetado pelo vírus, uma mensagem pedindo um valor de 300 bitcoins aparece na tela. Este aviso é enviado pelos próprios hackers e custa em torno de R$ 2,5 milhões. O bitcoin é uma moeda virtual e é utilizada pelos sequestradores de dados pelo fato das transações serem anônimas. Impossíveis de serem rastreadas.

Airton Guerner Amandio, coordenador de suporte ao cliente na SCI Sistemas Contábeis e articulista do Blog Contabilidade na TV cita que o Petya utiliza a mesma brecha no Windows utilizado pelo WannaCry em outro ataque em maio deste ano que também vitimou vários computadores ao redor do mundo. Apesar da Microsoft ter liberado uma correção para essa vulnerabilidade, até mesmo para o Windows XP (cujo suporte acabou em 2014), muitas empresas não instalaram as versões mais recentes da atualização. "Mesmo com vários avisos e constantes notícias sobre este mesmo assunto, parece que muitos donos de empresas e coordenadores de TI não estão levando a sério estas ameaças. Estes tipos de vírus não fazem distinção de localidade ou tipo de empresa. Seja você um banco nacional ou uma pequena contabilidade. Se houver uma brecha na sua infraestrutura, você será infectado" afirma Airton.

O Blog Contabilidade na TV já publicou um guia útil (Sequestro de dados: uma ameaça aos escritórios contábeis) sobre o que é ransomware e como você pode se proteger dele. Além de usar uma das opções de backup descritas, você deve manter o seu sistema operacional e aplicativos atualizados. Certifique-se de que você tem as combinações certas de ferramentas de segurança protegendo o seu sistema e evite clicar em links suspeitos.

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário