03/07 - Contabilidade na TV

Foto: Máximo Moura

O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou, na sexta-feira (30/06), projeto de lei do Poder Executivo que veda a concessão de anistia ou remissão tributária no Estado por um período de cinco anos, além de seis projetos de autoria de parlamentares.

A proibição de realizar o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) está previsto no projeto de lei n°121/16, oriundo da mensagem nº 8.072/16. O objetivo do projeto é conter despesas públicas para compensar a perda de arrecadação ocasionada pela crise econômica.

O projeto foi aprovado com duas emendas de autoria do deputado Evandro Leitão (PDT). A primeira diminuiu de dez para cinco anos o prazo de validade da medida. A outra preserva a anistia e a remissão tributária concedidas nos termos da Lei nº 16.259, de 9 de junho de 2017, assim como em leis anteriores ao projeto.

Dos projetos de lei de parlamentares, o de n° 61/17, do deputado Heitor Férrer (PSB), institui o Dia Estadual do Procurador do Estado no Ceará.

O n°69/17, do deputado Walter Cavalcante (PP), inclui o Espetáculo Religioso da Paixão de Cristo, encenado em Pacajus, no Calendário Oficial de Eventos do Estado.

Já o projeto n°92/17, do deputado Leonardo Pinheiro (PP), institui o Dia Estadual da Conscientização sobre a Epilepsia no Estado.

O projeto n°93/17, da deputada Fernanda Pessoa (PR), cria o Dia Estadual de Conscientização sobre Doenças Reumáticas no Ceará.

Outra matéria aprovada foi a de n°103/17, da deputada Aderlânia Noronha (SD), que acrescenta, no Calendário de Eventos do Estado do Ceará, a Semana Estadual de Conscientização sobre a Depressão Infanto-Juvenil.

E o projeto n°243/16, do deputado David Durand  (PRB), concede o Título de Cidadão Cearense ao deputado federal Ronaldo Martins (PRB/CE).

GM/GS

Por Assembléia Legislativa do Ceará

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário