11/07 - Contabilidade na TV


Prosseguem na presidência do Senado as negociações entre oposição, governistas e membros da Mesa Diretora para tentar superar o impasse que levou a suspensão da sessão do Plenário destinada a realizar a votação final da reforma trabalhista (PLC 38/2017). Já houve acordo em torno da abertura das galerias do Plenário para que a população possa acompanhar in loco a sessão. O presidente Eunício Oliveira decidiu aceitar também que todos os senadores se inscrevam para encaminhar a votação. Pelas regras anteriores, apenas os líderes poderiam fazer uso da palavra. O impasse permanece em torno de um dos motivos principais que levou as senadoras da oposição a ocupar a mesa diretora do Plenário e impedir o início da votação. Elas não aceitam o dispositivo da reforma que permite que mulheres grávidas e lactantes sejam autorizadas a trabalhar em locais insalubres. E a bancada governista continua sem aceitar nenhuma modificação no texto, para impedir que o projeto retorne à Câmara dos Deputados. Acompanhe os detalhes dessa negociação  neste flash da repórter Marcella Cunha, em conversa ao vivo com o apresentador da Rádio Senado Jeziel Carvalho.

Por Agência Senado

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário