31/07 - Contabilidade na TV


O Edital de Inovação da Indústria, uma iniciativa conjunta do Senai, Sesi e Sebrae, selecionou 51 projetos, que receberão aporte individual de até R$ 400 mil para o desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços inovadores. Desse total, 40 projetos são voltados para inovação tecnológica em micro e pequenas empresas e startups de base tecnológica. 

Destinado a promover a cultura de inovação e aumentar a produtividade das indústrias, o edital conta com investimentos de mais de R$ 53,6 milhões, sendo R$ 30 milhões em aporte do Senai, R$ 20 milhões do Sebrae, e R$ 3,6 milhões do Sesi. Para este ano, a meta é financiar 285 projetos com custos individuais de R$ 75 mil a R$ 400 mil. 

Segundo a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes, o edital permite a integração das micro e pequenas empresas à lógica das grandes, gerando oportunidades e novos negócios. “Estamos investindo no estímulo e no fomento à inovação para possibilitar que os pequenos negócios possam dar um salto de qualidade e competitividade. Além disso, buscamos incentivar a conexão entre grandes empresas e startups de base tecnológica e o investimento em inovação nos micro e pequenos negócios”, destaca. 

Neste primeiro ciclo do edital em 2017, 12 estados serão contemplados – RS (11), SC (10), MS (6), PE (5), MG (4), GO (3), PR (3), SP (3), PB (2), RJ (2), AM (1) e BA (1). Cada um dos projetos deverá ser realizado em até 24 meses. Para a execução das propostas, as empresas vão receber o apoio de especialistas dos Institutos de Inovação e Tecnologia do Senai. 

Criado em 2004, o Edital de Inovação da Indústria passou a contar com o apoio do Sebrae, a partir deste ano. A parceria com o Sebrae possibilitou a ampliação da quantidade de projetos atendidos, mantendo a mesma qualidade do atendimento aos pequenos negócios industriais. A quantidade de projetos aprovados neste ciclo representa o dobro da seleção feita no mesmo período de 2016. 

Conheça todos os projetos aprovados:

Por Agência Sebrae de Notícias

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário