16/07 - Contabilidade na TV


Representantes do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), que integram o Grupo Assessor das Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público (GA NBC/TSP), participaram nos últimos dias 3 e 4 da segunda edição do Fórum de Normatizadores Internacionais do Setor Público (Second Public Sector Standard Forum), na cidade de Winterthur, na Suíça.

Na ocasião, o conselho foi representado pelos integrantes do GA Leonardo Nascimento e Rosilene Souza, que apresentaram a experiência brasileira no processo de convergência. Segundo Nascimento, os principais pontos abordados foram o plano de implementação dos procedimentos contábeis patrimoniais, as novas normas brasileiras do setor público, a participação dos tribunais de contas no processo e os avanços do Governo Federal no Balanço Geral da União e na geração de informação de custos.

"A participação nas discussões de eventos internacionais de grande porte como esse garantem um resultado que é o de trazer para o Brasil as melhores experiências e práticas no processo de transição para a contabilidade empresarial patrimonial por competência e adoção de padrões internacionais", afirmou Nascimento. Ele ressalta que há um interesse crescente pela experiência brasileira.

“Temos profissionais altamente capacitados e com muito conhecimento e experiência técnica para agregar qualidade aos debates internacionais”, destaca o vice-presidente Técnico do CFC, Zulmir Breda, que coordena o GA. Durante o evento, Leonardo Nascimento representou o presidente do CFC, José Martonio Coelho.

O fórum internacional ocorre anualmente e reúne especialistas em contabilidade do setor público de vários países para discutir assuntos ligados ao Ipsasb (International Public Sector Accounting Standards Board) com os seus públicos de interesse. Leonardo Nascimento coordenou a mesa redonda do evento que tratou do projeto “Estratégia e Plano de Trabalho 2019-2023”.

Já Rosilene apresentou o tema “contabilidade de custos no setor público”, que ficou na quarta posição entre os projetos com maior relevância de acordo com votação dos participantes do evento. Em primeiro lugar ficou o projeto que prevê uma versão mais simplificada das Ipsas (International Public Sector Accounting Standards), em segundo a iniciativa que trata das taxas de desconto e em terceiro o projeto que engloba recursos naturais.

“Foi a primeira vez que esse tema foi objeto de discussão no âmbito do Plano de Trabalho do Ipsasb. E o melhor foi poder associar boas práticas da gestão pública à imagem do nosso País”, afirmou Rosilene. O Ipsasb trata exclusivamente das Normas Internacionais de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público. As normas, conhecidas como Ipsas devem ser seguidas pelas entidades do setor público, incluindo os governos federal, estadual e municipal além de empresas públicas e agências governamentais.

Para a coordenadora operacional do GA, Gildenora Milhomem, as iniciativas desenvolvidas no País merecem o reconhecimento internacional. “O Conselho Federal de Contabilidade tem feito em excelente trabalho de abraçar todas as oportunidades que são colocadas para o aprimoramento da contabilidade pública no Brasil”, avaliou.

Por Joana Wightman / RP1 Comunicação / Portal CFC

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário