12/07 - Contabilidade na TV


O Projeto Ceará Integrar: “Simplificando o caminho para o empreendedorismo e o desenvolvimento”, da Junta Comercial do Estado do Ceará, JUCEC, foi apresentado pela presidente da Junta, Carolina Monteiro, nesta segunda-feira, 10/7, ao secretário de Desenvolvimento Econômico, Cesar Ribeiro. O Projeto prevê até o final de 2017 a adesão da totalidade dos municípios cearenses à RedeSimples, permitindo maior agilidade no processo de abertura de empresas em todo Ceará, por meio da utilização do Programa Empresa Simples, lançado recentemente pela JUCEC.

Carolina Monteiro falou dos benefícios do Programa para os municípios e gestores, que terão maior controle sobre as atividades econômicas nas suas cidades. “A adesão ao Programa permite que seja realizado no próprio município, por meio do Portal de Serviços da JUCEC, a análise de viabilidade locacional e nome empresarial de forma imediata, com a  liberação do alvará de Funcionamento em um prazo de até cinco dias”, explicou Carolina.

Durante a reunião foi firmado um Termo de Cooperação Técnica com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, SDE, no intuito de melhorar a ambiência de negócios no estado. Entre as ações previstas está a  cooperação da SDE na sensibilização dos gestores municipais para adesão ao Programa, além de abrir espaço para participação da JUCEC nas câmaras setoriais da Agência de Desenvolvimento do Estado, Adece. “Nosso objetivo é criar conexões com os mais diversos órgãos no intuito de dar capilaridade aos investimentos internacionais que vêm ocorrendo no Estado”, acrescentou o secretário.

O Termo prevê, ainda, o acesso da SDE ao banco de dados da JUCEC, que detêm todas as informações sobre as atividades mercantis no estado.  De acordo com Cesar Ribeiro, o Ceará tem despontado no cenário nacional como um importante território para investimentos internacionais, contudo, além dos incentivos fiscais, o Estado tem a preocupação de fazer com que estes novos negócios representem avanços na economias regionais e “conhecer a vocação econômica dos municípios cearenses é fundamental para este projeto”, reforçou Cesar Ribeiro.

Saiba Mais
O programa E.Simples é o projeto de simplificação do registro e formalização de empresas do Estado do Ceará, que permite que este processo aconteça no meio virtual, pelo Portal de Serviços da Junta Comercial, integrando todos os órgãos de inscrição e licenciamento em um só local, possibilitando a abertura de empresas em até 5 dias.

Como funciona - Os órgãos de inscrição tributária e licenciamento - Junta Comercial, Receita Federal, Secretaria Estadual da Fazenda, Secretaria Municipal de Finanças, secretarias Estadual e Municipal do Meio Ambiente, secretarias Estadual e Municipal de Saúde e Corpo de Bombeiros,  estarão integrados em um Portal de Serviços, hospedado no site da Junta Comercial. Esta integração permitirá ao usuário dar entrada à sua solicitação em um ambiente virtual, e retirar sua documentação, também através deste meio. Com a unificação dos órgãos neste Portal e a digitalização de todo o processo, incluindo assinaturas digitais,  não haverá mais a necessidade de deslocamento e utilização de papéis. Neste cenário, temos a configuração da Junta Digital, onde será possível realizar os serviços de atos empresariais, emissão de certidões e autenticação de livros pela internet. 

Com a implantação do novo Sistema de Registro Mercantil, SRM, na Junta Comercial do Ceará, os processos de abertura e legalização de empresas ganharam maior celeridade e transparência, já que os trâmites se dão em um ambiente virtual, com toda a documentação digitalizada. Para usufruir do serviço, bastará ter acesso à internet, possuir certificado digital e disponibilizar os arquivos no formato exigido.

Por Assessoria de Comunicação JUCEC

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário