26/07 - Contabilidade na TV


Criado em 2016 com o objetivo de garantir a manutenção e expansão dos negócios no País, o Proger Urbano – Capital de Giro já beneficiou 12 mil micro e pequenas empresas com faturamento bruto anual de até R$ 3,6 milhões. A linha de crédito, mantida com recursos do Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT), disponibiliza até R$ 200 mil para empresários comporem o capital de giro de suas empresas.

Para conseguir a linha de crédito, o solicitante deve ser das áreas do comércio, serviço e indústria. Além disso, devem ter cadastro aprovado, condições de pagamento, não possuir restrições perante os órgãos das administrações direta e indireta e estar em dia com o FGTS, PIS/Pasep e Rais. O prazo de pagamento é de até 48 meses, com 12 meses de carência. 

Beneficiado por uma linha de crédito, o comerciante Silvino Oliveira, do ramo de gessos e pré-moldados, explica que os recursos obtidos permitiram a manutenção dos negócios. “Com o financiamento, consegui manter o nível de emprego e também ampliar a capacidade produtiva do meu comércio. Sem esse financiamento, eu não conseguiria fazer o giro da minha empresa”, afirmou.

De julho a dezembro do ano passado, foram destinados mais de R$ 740 milhões para financiamento de capital de giro das empresas. No primeiro semestre deste ano, o valor chegou a R$ 427 milhões.

Por Portal Brasil, com informações do Ministério do Trabalho

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário